segunda-feira, 8 de outubro de 2012

Campanha pela condenação dos Vereadores Impactados


Julio Protásio, Adão Eridan, Aquino Neto, foram estes os vereadores reeleitos, pelo povo enganado, para ocupar as vagas novamente da Câmara Municipal; eles já foram condenados em primeira instância pelo juíz Raimundo Carlyle que seguiu a orientação do MPRN, e sentenciou a perda de mandato de todos os vereadores envolvidos na Operação Impacto

Diz o magistrado: "Verificado que, pela extensão da gravidade dos crimes praticados, é absolutamente incompatível a permanência dos aludidos réus em atividades ligadas à administração pública"

Como oficializou-se ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) a suspensão dos direitos políticos dos réus, que sequer poderiam disputar estas eleições, entretanto com obtenção de recurso ao TJ, esperam o julgamento em segunda instância. 

Desejamos limpar de vez a Câmara Municipal do Natal, que estes corruptos sejam defenitivamente expulsos - não nos representam - que seja feita realmente Justiça, é o que esperamos da juiza Tatiana Socoloski (click e cobre dela compromisso no combate a corrupção, exija seus direitos). 

Pedimos a execução urgente da Lei do Ficha Limpa - e com isso fecharemos a porta de vez a esses políticos profissionais, que nos roubam a dignidade. 

Ademais, fomos para segundo turno em Natal, disputa Carlos Eduardo ALVES, filho da olirgarquia Alves, e Hemano Morais, marionete da oligarquia Alves. Parecem em oposição, mas defendem os mesmos interesses antipopulares. 

Carlos Eduardo pode ser julgado por ser também ficha suja, acusado de improbidade administrativa - o processo está nas mãos do desembargador Vivaldo Pinheiro. Tendo como vice Wilma de Faria MAIA, também antiga oligarca, envolvida em vários casos de corrupção, como Foliaduto, e Sinal Fechado, que permanece livre, apesar de diversas vezes condenada.

Chega de corruptos, pressionemos a Justiça para que ela cumpra seu real papel. Corruptos na cadeia!

Nenhum comentário:

Postar um comentário