segunda-feira, 7 de novembro de 2011

#11Nnatal Ensaio sobre os Meios de Comunicação - por Jady Tariane

Vou expor aqui para você um pequeno ensaio da minha humilde pessoa sobre 'meios de comunicação':
Meu primeiro questionamento serio sobre o mundo, surgiu por volta dos 7 anos, quando perguntei a minha mãe porque não pagávamos para assistir televisão. Sempre fui muito curiosa e observei que pagávamos tudo e que chegavam contas de tudo que tínhamos ou fazíamos em casa, menos da televisão, que era algo extremamente presente no nosso dia a dia. Isso me intrigou, e minha mãe não soube me responder.

Na escolinha, a "Tia" me ensinou que a TV era um dos meios de comunicação. Essa era, inclusive, uma das respostas certas, para a pergunta: "Quais são os meios de comunicação existentes? Resposta certa: Fala, escrita, tv, jornais, revistas, rádio.

A ideia da TV ser um 'meio de comunicação' sempre me incomodou. Porque na minha cabecinha "meios de comunicação" eram as formas utilizadas para que duas ou mais pessoas trocassem informações, como o telefone, a rádio e a internet. 

Em se tratando da televisão, jornais e revistas:
UM LADO passa a informação do jeito que lhe convir, manipulando as informações usando o artificio de enfase e omissão (baseado geralmente em interesses comerciais do próprio veículo informativo e de corporações/instituições associadas financeiramente aos donos do veiculo, como por exemplo: o Estado) e o OUTRO LADO apenas recebe passivamente essas informações. Sem possibilidade de dar uma resposta/retorno/feedback diretamente e com a mesma enfase e credibilidade do primeiro lado. Isso é INSERÇÃO e não TROCA. Ela promove o entretenimento vazio e a informação montada/fragmentada causando a alienação/estagnação da população.

Livros didáticos, mídias televisivas e jornalísticas não são mais as únicas fontes de informação hoje em dia (Graças ao Universo!). Por isso a humanidade está despertando. A informação finalmente chegou, e dessa vez de forma inédita: Ela pode ser diretamente questionada por todos nós! Através da internet. A Internet foi um tiro no próprio 'rabo' das corporações elitistas concentradora de renda, que vem mantendo a Humanidade a muito tempo, alienada e estagnada. Finalmente despertamos para a realidade. Não tememos mais, o Estado. Hoje, o Estado é quem nos teme.

Todas a mídias televisivas e jornalisticas infelizmente não fogem a essa tendência. O interesse exclusivo no LUCRO e na manutenção do PODER gera esse comportamento usurpador.

É por esses motivos e outros que não citei aqui, que joguei minha TV no lixo a 3 anos.
Que é o lugar onde toda TV merecia estar.

Não estenderei essa lavagem cerebral a meus filhos.
E não estimulo ninguém a prosseguir com ela.
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Arquivo do blog